segunda-feira, 19 de maio de 2014

Foi meu aniversário de 32!!!

Pois é, estava eu tão animada que ia fazer aniversário, ouvi uma música e pensei "é essa a música que vou postar em minha homenagem esse ano", o dia passou, a semana também, e agora já faz até 15 dias... rsrs

Acho que foi a primeira vez que passei longe da família. Os famosos "mil quilômetros" de distância para os braços trouxeram as palavras faladas e escritas, e o choro foi garantido! rsrs
Minha mãe me fez homenagem até no facebook. Até aí, nenhuma novidade, pois as pessoas fazem isso, não é mesmo? A diferença é que eu não tenho perfil no facebook!!!! kkk
Ai, mãe, a senhora é única mesmo... e detalhe: ela escreveu era 1 hora da madrugada.

Aproveitamos o dia passeando numa Festa do Pinhão, numa cidade próxima, e eu acabei o dia pulando em pula-pula inflável com o filho. (Essa é uma vantagem de ser pequena e magricela, os donos dos brinquedos olham e deixam sem titubear, e como o filhote também é pitoquinho, eu falo que ele não consegue ir sozinho, e ele passa fácil por quase bebê... kkk)
Em casa, experimentei fazer um bolo crudívoro para cantarmos os Parabéns, e como esquecemos de comprar velas antes, meu marido improvisou e ficou tudo certo!
Comemorando os 32 com simplicidade e improviso!  ;)
blogdabia.com

Bem, mesmo dias depois, ainda quero postar a música que me dedico neste ano. Com vocês, Gonzaguinha:



EU APENAS QUERIA QUE VOCÊ SOUBESSE


Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo

E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
Que hoje eu me gosto muito mais
Porque me entendo muito mais também

E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora
É se respeitar na sua força e fé
E se olhar bem fundo até o dedão do pé

Eu apenas queira que você soubesse
Que essa criança brinca nesta roda
E não teme o corte de novas feridas
Pois tem a saúde que aprendeu com a vida

Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo
E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
Que hoje eu me gosto muito mais
Porque me entendo muito mais também

5 comentários:

  1. Que liiiindo! Parabéns Bia! Como assim, 15 dias de atraso Fiota? Parabéns de todo o coracao. E a música é muito singela. Lindo demais! Beijos, felicidades sempre!

    ResponderExcluir
  2. Ao navegar pela net encontrei o seu blog, não li muito,mas gostei do que vi e li,espero voltar mais algumas vezes,deu para ver a sua dedicação e sempre aprendemos ao ler blogs como o seu.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário.
    Abraço fraterno.António.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Bia... será que podemos nos falar essa semana? Tem um tempinho? beijos

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. a sua cara!! muito muito lindo!!! ;)

    ResponderExcluir