terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Papinhas madrugadoras

Marido e eu, ontem, fazendo mais de 30 papinhas e conversando sobre a satisfação de poder oferecer alimentos orgânicos e variados, preparados com a higiene e o carinho do lar, lalalalalalala...
Pausa para foto.

Orgânica, saudável, sem sal, variada, saborosa, cheia de amor.
Essas papinhas são o orgulho da mamãe! E do papai!
Imagem: luardabia.blogspot.com


Volta para a produção. E pra conversa:
- Nossa, já são 6 meses nessa dedicação!
- Que felicidade que dá, né?
- Que bebê fofo nós temos...
- Você não sabe o que ele aprontou hoje!
- Só de falar nele dá vontade de ir lá acordá-lo (papai já variando das ideias).

Era quase 1:00 da manhã!

7 comentários:

  1. Menina, sabe que me deu até vontade de comer tudo isso...rs...que carinho e dedicação linda!!

    feliz natal!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem que já passou o Carnaval, mas se quiser provar, faço uma novinha pra você... rsrs
      Abraço!

      Excluir
  2. Quanto carinho dentro destes potinhos!!!
    Se tivessemos a oportunidade de ver a luz energética contida nestes alimentos teríamos que utilizar óculos escuros!!! E muito lindo !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, você é imensamente linda e cheia de luz! Já me ensinou tanto, muito obrigada! Te adoro, Bia.

      Excluir
  3. Como vc faz com as papinhas? congela e esquenta? tenho um bebe de 6 meses e estou pesquisando o assunto!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Pamela!
    Sim, eu congelo e esquento.
    O importante é fazer o branqueamento, para garantir que os alimentos não percam os nutrientes.
    Branquear é o processo onde você retira os vegetais da água quente e dá o choque térmico.
    Vale a pena pesquisar sobre.
    Faço as marmitinhas e depois costumo aquecer na panela, acrescentando um tiquinho de água. Até porque, gosto de colocar algum farináceo do tipo quínua, amaranto, fubá... e coloco nesse momento.
    Mas, quando estamos fora de casa no horário da refeição, pedimos para que a papinha seja aquecida no micro-ondas mesmo.
    Fizemos uma viagem e levamos papainhas congeladas na geladeirinha do carro. Viajamos o dia todo e chegaram intactas lá, pois uma era gelo para a outra, né? Foi perfeito! Sem preocupações!
    Um grande abraço, Bia.

    ResponderExcluir